Última Semana do Mestre!


21 de junho de 2012, 22hs. Será talvez o dia mais triste desse ano para algumas pessoas, eu inclusa.
Gregory House é um médico, mas não é "um" médico, é "O" médico! Ele acerta diagnósticos quase impossíveis e só digo "quase" porque nada é impossível de fato. Mas House não se tornou médico por se importar com as pessoas, ele se interessa pelo mistério de um diagnóstico que ninguém consegue discernir. Ele é sarcástico, irônico, grosso, infantil, irascível, arrogante, manipulador, não dá a mínima para seus pacientes, equipe e nem mesmo para o seu melhor(e único!) amigo. Nem quando Wilson está morrendo! Mas é, digamos, insubstituível, in-crí-vel. E, se você passou os últimos 8 anos em Júpiter, (Porque acho que até os marcianos já se viciaram no doutor mais mau-humorado da TV) House é um seriado médico cujo centro é o personagem-título. Gregory House é primeiro e antes de tudo um otimista."Todo mundo mente"  é a sua frase mais dita nas oito temporadas, e, apesar de tudo indicar um cretino contumaz, ele demonstra nuances de compaixão e compreensão quando ninguém o faz. E porque otimista? Porque ele sempre continua depois de todos desistirem, se isso não é otimismo, é o que?
E ele sofre, sofre mais e mais profundamente do que se chorasse aos cântaros. Aliás, nisso reside o melhor de House. Nisso é evidente que ele não sabe sofrer "pra fora", ele sofre "pra dentro", e por isso o sarcasmo, e todo o resto.  Mas não se engane, ele não atende a estreótipos do tipo  "durão por fora, fofo por dentro", não, esse não é House. Já foi amplamente divulgado que o personagem  (ou melhor, o centro da série, sem a performance brilhante do britânico Hugh Laurie talvez nem sequer chegasse a uma segunda temporada) é totalmente inspirado em Sherlock Holmes, e Holmes é sim arrogante, presunçoso, libidinoso, e até um pouco insuportável. Nenhum deles somente usa isso como escudo para o mundo ou porque (no caso de House) vive com dores horríveis.( Ah, também tem isso, ele é viciado em hidrocodona - um analgésico pesado.) Isso é parte do todo, mas com certeza é a parte que mais vamos sentir falta em House.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por comentar!
Anônimos não são bem vindos, deixe seu e-mail para eu poder responder.
Pedidos de afiliação, vá na página Parceria/Afiliação e comente lá, pedidos de outras formas serão ignorados.