Jon, Meu Jon! A volta triunfal da 6a temporada de Game of Thrones(GoT).

O post tá muito mal escrito, por que é phoda escrever com dor, mas havia me comprometido e aí está.



Eu sou fã louca de Game of Thrones, e isso porque fiquei obcecada pelo livro (sei que são cinco livros e ainda virão mais dois, mas se trata de uma história só, então falo no singular) "As Crônicas de Gelo e Fogo", e, no início eu tinha certa implicância com a série (sim, sou dessas que acha que roteiro e livro é a mesma coisa, mesmo sabendo que não é, e fica "isso não é assim", "a ordem tá errada", "isso não acontece no livro")mas aprendi a ver a obra da HBO como uma realidade paralela à obra literária, como se fosse Westeros 2.0, e aí, realmente me deixei envolver, afogar e me apaixonei.

E há três domingos que uma das minhas mais fortes paixões voltou com tudo.

Vida de GoTeira (sim, inventei isso, chamo as fãs "mininas" de GoT de GoTeiras. Eu sei que é ridículo, eu sei) não é fácil.

Ao fim da 5a temporada, que foi muito criticada por parte do público por "enrolações e crueldades desnecessárias, única e exclusivamente pra criar expectativa e chocar" - até hoje não sei se concordo com isso integralmente, mas depois falo melhor sobre esse assunto - a 6a temporada chegou, e com o pé na porta.

Nos primeiros episódios já vimos todo o ódio e rancor que uniu Jamie e Cersei mais forte que nunca, Tyrion e Varys andando (e mitando) juntos por uma Meereen com cara de terra-de-ninguém, e o anão tentando encontrar alguma ordem no lugar, inclusive, lidado com os 'filhos' restantes de Daenerys, protagonizando assim, uma das melhores cenas da série:
                                                      
                                              

 "Estou aqui pra ajudar. Não comam a ajuda"

E sim, continuo querendo que Tyrion fique com Daenerys, desde os livros eu penso que eles combinam muito, e pra quem me enche o saco com  "Mas eles podem ser irmãos"  

1- Sou pagã. Logo. Isso. Não . Me. Incomoda
2- Cersei e Jaime. Cersei e Jaime. Cersei e Jaime
3- Sou pagã. Logo. Isso. Não . Me. Incomoda
4- Sou pagã. Logo. Isso. Não . Me. Incomoda
5- Sou pagã. Logo. Isso. Não . Me. Incomoda                 
           
Falando em Daenerys(Diva poderosa RAENHA das pohaTodaTudo), ela ainda continua fazendo a donzela (no caso, viúva, já que é assim que o povo dos cavalos a vê) perdida, dependendo da boa vontade dos Dothraki pra quem sabe, continuar viva e ser resgata pelo Sir Jorah Mormont(sim, sei que o peguete dela tá junto, mas dos dois, gosto mais do senhor charmoso/moribundo/apaixonado)

Ainda vimos a volta de Bran descobrindo que seus poderes incluem visões do passado, e que prometem revelar FINALMENTE quem é a mãe de Jon - que seja Lyanna,que seja Lyanna-( e o pai Rhaegar), que Hodor se chama Wyllys (no livro, o nome dele é Walder, mas acho que, na série, eles devem ter achado que ficaria confuso, já que tem o Walder Fray, e vários Walder daquela família em homenagem ao patriarca)   e que apesar de sempre ter sido "diferente", falava sim palavras além de "Hodor"(pra quem leu os livros, não chegou a ser uma surpresa, mas tipo um "ahhhh ééé, verdade, a ama já disse que ele falava").

E Melisandre fez uma coisa decente uma vez na vida podre dela e Jon, meu Jon, enfim voltou ao mundo dos vivos! E mais phodástico que nunca! O Jon sempre foi o mais parecido com o Ned de todos os Stark, o que se intensificou com "a vida pós-morte", ele voltou mais resoluto, mais decidido, mais maduro, se é que isso é possível, afinal estamos falando de um rapaz de quinze anos que tinha capacidade intelectual, maturidade e bom-senso pra governar o Norte e até Westeros inteiro,(segundo alguns). Jon agora deve ir lá peitar o doente retardado do Ramsay, porque aquele abusado tem que ser esfolado e posto num espeto pra ontem, mas como Jon é honrado e misericordioso, deve só cortar-lhe a cabeça fora. Que seja. Existem mil expectativas sobre o ex-Comandante da Patrulha da Noite, mas vamos ter que aguardar pra ver se elas se concretizam. E se as fontes sobre o roteiro dessa temporada continuam corretas. Pra falar a verdade, comparado ao episódio da semana passada, com ressuscitação do meu amado, achei o de ontem meio fraco, mas Davos abriu a bocae foi Davos, ou seja, foi phoda e o episódio valeu à pena.

 A única coisa que eu prefero na série do que no livro é o treinamento da Arya. Condensaram muito bem, cortaram todas as pates desnecessárias, e deixaram todas as etapas que precisávamos pra entendermos a preparação dela em sacerdotisa do Deus-de-Muitas-Faces. E sim, muito dessa preferência deve-se a isso:


gif game of thrones Arya Stark melisandre Jaqen H'ghar cecilia missandei gotedit daario naharis gotaryastark all seasons


                                                 
                                                   
                         Queria eu um mestre desses...não mentira,é péssimo ter  um Mestre atraente(se quer mesmo ser sacerdotisa séria)
                                             
 Sim, eu sei que faltou falar de muuuuuuuuuuuuuuuuuuuuita coisa, mas por ora, e (e pelo meu estado de saúde) acho que já deu. E eu sei que minha escrita está sofrível. Mas deve melhorar. Vou fazer mais posts de GoT em breve

Próximo post: Crítica de Batman V Superman

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por comentar!
Anônimos não são bem vindos, deixe seu e-mail para eu poder responder.
Pedidos de afiliação, vá na página Parceria/Afiliação e comente lá, pedidos de outras formas serão ignorados.